quarta-feira, 3 de fevereiro de 2010

Depoimento da Mãe de um Psicopata.

Ele mentia muito. Armava um teatro para nos transformar em culpados. Não tinha apego nem responsabilidade. Não evitava falar coisas que deixassem os outros magoados. Nunca pensou que, se fizesse alguma coisa ruim, os pais ficariam bravos. Na escola, ele não obedecia a ordens. Se não queria fazer a lição, não tinha ninguém que o convencesse. A inteligência dele até era acima da média, mas um mês ele tirava 10 em tudo e no outro tirava 0. Dos 3 aos 25 anos, ele rodou comigo por psicólogos. Foi uma busca insana. Começamos a tratar pensando que era hiperatividade, ele tomou antidepressivos e outros remédios. Nada deu certo. Pessoas como o meu filho conseguem manipular psicólogos com facilidade. E os pais se tornam os grandes culpados. Quando descobri o problema, com uma psiquiatra, foi uma luz para mim. Hoje sei que pessoas como ele inventam um mundo na cabeça. É um sofrimento para os pais que convivem com crianças ou com adultos assim. Hoje, temos que vigiá-lo e carregá-lo pela mão para tudo que é canto. Senão, ele rouba coisas ou arma histórias. Fica 3 meses em cada emprego e pára, diz que não está bom. O problema nunca é com ele, sempre os outros é que estão errados. Eu ainda torço para que tenha um remédio, porque viver assim é muito ruim. Se está tudo bem agora, você não sabe qual vai ser a reação daqui a 5 minutos. É como uma bomba relógio, uma panela de pressão que vai explodir. Nunca dá pra saber exatamente o que ele pensa nem para acreditar em alguma coisa que ele promete. Às vezes penso que deveriam criar uma sociedade paralela só para sociopatas, mas uns matariam os outros, com certeza. Para não correr o risco de botar no mundo outra pessoa dessas, convencemos nosso filho a fazer vasectomia. Dói muito dizer que seu filho é um psicopata, mas fazer o quê? Matar você não pode. Tem que ir convivendo na esperança de que um dia a medicina dê conta de casos assim.

(Depoimento de Norma, 50 anos, dona-de-casa do Guarujá (SP), mãe de Guilherme, 28, diagnosticado como psicopata)

46 comentários:

  1. Oi Leila !! Bom dia querida
    Estive lendo o texto. Na minha opinião mais parece uma caso crônico de bipolaridade desse menino. Ele não consegue se adaptar em ambientes e muda de humor segundo o relato da mãe. Parece um diagnóstico equivocado.
    Primeiro pq os psicopatas nunca querem ficar pra trás na vida, na barra da saia da mãe e do pai. Eles são espertos, conseguem trabalhar e vencer na vida (geralmente as custas de enganar e sugar pessoas do trabalho, amigos companheiros e etc)
    O psicopata é frio, não tem sentimentos. Ele não pararia de trabalhar por achar q o trabalho não está bom pois Psicopatas se adaptam facilmente a qualquer tipo de trabalho mesmo que seja um serviço chulo de renda baixa - pois vê nesse tipo de trabalho uma vantagem para encontrar vítimas e crescer mais.
    " Hoje sei que pessoas como ele inventam um mundo na cabeça. É um sofrimento para os pais que convivem com crianças ou com adultos assim. Hoje, temos que vigiá-lo e carregá-lo pela mão para tudo que é canto"
    Pessoas que inventam um mundo na cabeça podem ser mitômanas (mentirosos compulsivos que vivem no mundo das ilusões e acabam se enganando, um psicopata jamais se engana ele engana mto bem aos outros). Um psicopata não precisa ser vigiado pelos pais, ele foge de casa, normalmente conquista sua liberdade para fugir de quem quer q os controle. Acham que as pessoas são mais burras que ele por isso não admitem opiniões, muito menos ser carregado pelas mãos.
    Outro ponto interessante foi esse: "É como uma bomba relógio, uma panela de pressão que vai explodir". Psicopatas são fingidos, eles fingem estar sempre de bem com a vida, nunca explodem porque não se revoltam com nada.
    Sou psiquiatra e sei do que estou falando. Ultimamente as pessoas andam dizendo que qualquer disturbio comportamental que as tire do sério é psicopatia. Existem muitos casos que já relatei em consultório de pais disturbios emocionais repetirem que seus filhos são problemáticos, loucos e insanos. A coisa funciona como um espelho - o pai que não quer ver sua doença, por isso começa a disparar criticas acerca da doença em cima dos filhos - que geralmente se comportam mal justamente por terem sido criados numa espera de desiquilíbrio. Nesse caso a mãe parece tão doente quanto o filho, especialmente quando fala sobre a vasectomia que convenceu o filho a fazer.
    Pesquisando ainda acerca do que as pessoas tem a dizer sbre a psicopatia, li o seguinte no blog de um rapaz que afirma a ex namorada ser psicopata o seguinte furo que constata exatamente o contrário: ele dizia que ela verificava seus emails, SMS, lista de MSN.
    Psicopatas não possuem emoção portanto não sentem ciumes.
    Vocês estão certos em 95% das suas colocações e adoro ver que as pessoas estão se preocupando co o crescente e preocupante número de psicopatas sociais (aqueles que não matam).
    Um grande beijoe e fique com Deus
    Cristina

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boa noite anonimo, estou passando por um problema muito parecido com da Leila, minha filha de 14 anos apresenta todos esses sintomas. Preciso de ajuda adria-keller@hotmail.com

      Excluir
    2. Sim Cristina, eles não tem ciumes, mas não são possesivos? o que pode dar a entender como ciumes?

      Excluir
    3. Eles não sentem ciumes como os normais, so posse de um objeto, quando cansam jogam fora...
      Grata
      Leila

      Excluir
    4. muito bom o que foi escrito é exatamente isso.convivi com meu irmao que é um psicopata antisocial,sofremos muito eu e minha mãe,e ainda hoje sofremos ele atualmente esta com guase 48 anos e é uma pessoa desequilibrada emocionalmente,nacirsista,quando crianca matava anivais e insendiava objetos,batia na gente e espancava minha mãe até retirar sangue.enfim temos medo pois sabemos que nao podemos interditá-lo.é isso

      Excluir
    5. Olá. Meu nome e Rosana. Faço tratamento para depressão. Mas escrevo pata saber se meu filho eh. Bipolar ou sóciopata . Ele tem 32 anos. Qdpra RPG. Trabalha registrado, mora sozinho. Fui visita lo e fiquei preocupada. Há muitos amos atrás, o pai dele o acusou de te lo roubado. Esseeu filho Leandro nunca quis ir ao psicólogo comigo. Eu o considerava depressivo bipolar. Mas atualmente em um momento ele é agradável e amoroso e sei que me ama. Por outro lado ele diz odiar o ser humano. E uma pessoa agressiva nas palavras falando com raiva sobre tudo que vem fã sociedade. Amor, ciúmes, ele se posiciona com raiva de tudo que é posto pela sociedade. Ele não tem higiene pessoal. Não toma banho. Não tem a casa organizada. Não dá descarga. Não arruma as roupas ou as dobra. Discute numa hora e logo em seguida agrada sem dar importância aparentemente a discunção. E revoltado com o passado e se diz não ter sentimentos. Namora, e se dá bem com a namorada. O que me preocupa eh que ele não se porta em viver na bagunça, no caos. Por favor, se alguém puder me orientar. Me responder eu agradeço muito. Porque sou a única pessoa que ele tem como referência de algo bom. E sempre diz me amar e que sou a referência dele para caráter e boa índole. Eu o vejo como bipolar. Mas lendo sobre as atitudes de um sócioPAta, percebi muito que tem a ver com alguns comportamentos do meu filho. Super inteligente, mas com olhar triste e distante e ao mesmo tempo indiferente. Meu e-mail. : artesanatosimoes@Gmail.com

      Excluir
    6. Cristina,
      Também tenho um filho problemático preciso de ajuda, entendo o que essa mãe está passando,
      meu filho não sei se é esquizofrênico, psicopata, louco...Não sei, ele ao contrario de muitos que escreveram, sempre foi carinhoso,inteligentíssimo,estudioso, sempre com notas 10 na escola,não brigava com colegas era alegre,mas tinha um coisa de querer só coisas de marca coisas caras que eu não conseguia dar,sempre achei que era coisa de adolescente, aos 20 anos doi embora de casa,dai começou o tormento...
      não conseguia ganhar o suficiente para suas despesas,não para em emprego,inventa sempre algo pra ganhar muito dinheiro,mas não ganha,acaba sempre perdendo,liga chorando que vai se matar que vai nos não confiamos nele que somos culpado pelo que acontece com ele, pede dinheiro,mandamos, daqui a pouco pede mais, e mais e mais, e sempre reclamado que se nós confiasse nele as coisas iam melhorar, qdo liga fica duas horas no telefone, falando as mesmas coisas, tento desligar, ele se revolta cah que eu não gosto dele, não quer voltar pra casa, já fiz de tudo pra ele voltar,mas não quer...é um sofrimento muito grande pra nós,não sabemos onde ele está,agora faz uns meses que naõ liga nem passa nenhuma mensagem,preciso de um bom profissional para me ajudar...

      Excluir
  2. Muito obrigado Cristina,
    Muito proveitoso seu comentario, esta é a proposta do blog, conseguir identificar, pra nos proteger a nós e a nossos filhos etc....
    Volte sempre.
    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Oi Leila.
    Estranhando muito o filho que tenho, hoje conta com 23 anos de idade, vim ler na internet. Encontrei esse blog.
    Sou formada na área da saúde e no Direito.
    Terei uma longa jornada pela frente. Percebo que se sofri até agora, muito mais tenho pela frente, se é assim que tenho de me preparar, pois, ao que tudo indica, também eu tenho filho psicopata.
    Fiquei enternecida com a tua história, que me parece será a minha semelhante à tua.
    Neste Dia das Mães, compartilho com você esse pedaço 'do meu céu'.
    Que Deus nos ampare, nos fortaleça até que a Medicina venha nos auxiliar a todos: mães e seus filhos psicopatas.
    RM

    ResponderExcluir
  4. eu acho q sou um psicopata, eu ando com minha cabeça bem confusa... faço faculdade, tenho boas notas, ja tive um unico relacionamento duradouro,acho q gostava da menina, mas sempre a enganei com traição e mentiras... e as vezes tenho um ódio dentro de min,que vem junto de uma depressão e fico agressivo até com as pessoas que gosto, como eu posso ter essa certeza???

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. você não é psicopata , sabe pq? um psicopata nunca acha q é um psicopata, jamais admite .

      Excluir
    2. então você não é um psicopata, pois psicopata não tem emoções... se você acha que gosta dela é porque você tem sentimentos e possui carinhos e apegos pelas pessoas.
      E psicopatas não tem nenhum apego pelas pessoas.
      Você só esta confundindo seus conflitos internos...

      Excluir
    3. Você acha que ama ela, então você não é um psicopata. psicopatas não tem sentimentos por ninguém e eles não sofre, porque eles que fazem os outros sofrerem...
      Psicopatas não tem apego por ninguém, eles são frios e muito calculistas... você esta confundindo seus conflitos internos, eu acho que você esta confuso em relação aos seus sentimentos.

      Excluir
    4. as pessoas deveriam preencher suas vidas e deixar que elas sejam controladas pelo nosso criador jeová só assim elas não estariam tão confusas com as coisas pois deus as carregariam pela mão.....

      Excluir
  5. Provavelmente vc não é!
    Psicopatas jamais sentiriam que tem problemas, eles gostam do que sentem ou melhor do que "não" sentem!
    No seu caso aconselho a procurar um medico, psicologo, fazer exames etc...Vc pode estar precisando de ajuda, mas vc não é psicopata.
    Grata
    Leila

    ResponderExcluir
  6. Cristina eu e minha amiga estamos fazendo um tcc sobre o comportamento de um psicopata e sua convivência na família.Vc é psiquiatra? poderia por favor nos mandar seu e-mail para fazermos perguntas sobre o tema?obrigada bjos Natally e Karina

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nao sou psiquiatra e nem profissional da area, apenas vivenciei e aprendi. Podem fazer perguntas aqui no blog mesmo, assim todos saem beneficiados.
      Abraços

      Excluir
  7. Dêem uma olhada no site:
    http://www.tipclinica.com.br/index.php?option=com_content&view=frontpage
    É uma clinica que tem uma abordagem totalmente nova a respeito de problemas psicológicos. Fiz um tratamento lá depois que me envolvi com um desequilibrado. Se eu fosse mãe de um psicopata tentaria todas as abordagens possíveis. Boa sorte!

    ResponderExcluir
  8. Tenho receio se sou ou não psicotica,sou totalmente agressiva somente se for provocada,amo mentir,mas não culpo os outros pelos meus erros,sou fria quando sou descoberta,nunca fico nervosa,nem mesmo diante de uma mentira,mantenho meus amigos e não tenho sentimento por ninguém,nem mesmo pelos namoraos que tive,qual a solução para o meu problema?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ore pede a Deus ajuda, vc não é psicopata pois se fosse não pediria ajuda

      Excluir
  9. Se vc sente a necessidade de "sentir" ja é um começo, pois na verdade o psicopata não ve essa necessidade de sentir, ele gosta de ser insensivel.Vc pode ter sido "desensibilisado" mas não se tornado um psicopata?!!! (pode ser), na verdade mesmo te aconselho a procurar um profissional na area de psicologia e ler muito.
    E fica a vontade pra compartilhar conosco no blog ok. Grata. Leila

    ResponderExcluir
  10. Estimada Leila,
    Somos uma indústria que promove o bem e o mal.
    “As coisas que você remói crescem.
    O que quer que você permita que ocupe a sua mente, você aumenta na sua própria vida.
    Quer o tema de seu pensamento seja bom ou mau, a lei funciona e a coisa em si aumenta.
    Qualquer tema que não ocupe a sua mente tende a diminuir na sua vida, porque aquilo que não se usa se atrofia.
    Quanto mais você pensa nos seus problemas de saúde ou na sua falta de dinheiro, pior a situação fica.
    Quanto mais pensa em você como uma pessoa sadia ou como uma pessoa merecedora da prosperidade, mais você abre as portas para isso em sua vida.
    Quanto mais pensa nos seus aborrecimentos ou nas injustiças que sofreu, mais provações desse tipo continua a receber.
    Quanto mais pensa na sorte que já teve, mais sorte baterá à sua porta.“

    Se me olham com frieza serei de um jeito mais se me colorem serei totalmente diferente.

    bem, a muito tempo leio e debato sobre o assunto e quer saber estamos equivocados em relação aos "psicopatas" como assim eles não tem sentimentos? Claro que tem. o O problema é que estão lidando com profissionais das áreas da psicologia psiquiatria e da neurociência e sabem que tais profissionais são intrinsecamente arraigados pelas suas crenças limitadoras conhecem seus limites pois agem como pessoas limitadas.Eles do contrario são pessoas verdadeiramente inteligentes e SIM estão sempre com a mente aberta para novas crenças e conhecimento fazendo de tais um espetaculo aos olhos de quem os vê. Digo e repito essas pessoas tratadas como psicopatas tem sentimento. Pois, muitas das vezes erramos e sim não voltamos atras para dizer - olha me desculpa pois eu estava errado - o ato de não retratar com o outro o "ofendido" não significa que o ofensor não se arrependeu. Uma coisa é certo a partir do momento que profissionais disseram que "psicopatas" não tem sentimento foi aí o grande erro pois o que poderia ser facilmente detectado não foi pois, os psicopatas agiram em cima dessa não verdade e apenas deixaram ser como pensam ser dando a eles mais e mais espaço para agirem.
    Bem, há muito o que se falar e a ser esclarecido espero estar de volta a este blog...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ai ai ai ...voce e estranho !Voce sim esta parecendo muito esperto...

      Excluir
  11. O que sei e o que estudo e ja foi provado cientificamente! Vc so tem nocao de verdade o que e a psicopatia quando convive com um(a), suponho que nao foi seu caso!!! Eu vivi na pratica! Fique a vontade pra expor suas opnioes.
    Abracos
    Leila

    ResponderExcluir
  12. olá
    Estava procurando na internet sobre psicopatas porque ando me preocupando com meu comportamento.Já menti inumeras vezes para amigos e familiares, nao me sinto ansiosa e nao ah ninguem que possa provar que eu estou mentindo pois n demonstro de mandeira alguma, er também nao acho q me senti alguma coisa ao contar essas mentiras, mas queria nao te-las contado.
    Nao me lembro da ultima vez que realmente chorei, apenas choros falsos para contrubuir para minhas mentiras.
    Eu queria ser diferente, queria nao ser assim, o que eu posso fazer?
    nao é como se eu n sentisse nada, quer dizer eu n sei direito, eu li em outro site que psicopatas nao querem um relacionamente serio pois sao pessoas frias, eu quero um relacionamento, eu quero alguem que me ame e que eu também ame, mas a questao é que eu nao consigo sentir.Eu sou muito nova, sou apenas uma adolecente, tenho apenas 15 anos.O que posso fazer? nao queria contar essa historia para meus pais, pois nao quero que eles se peocupem, mas realmente quero mudar

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vc se preocupa com seus pais e com o que vc sente ou deixa de sentir, acredite vc não é psicopata, talvez possa ter desenvolvido um sistema de manipulação como forma de defesa, ou para ter algum tipo de vantagem, tente se policiar quanto a isso...faça da verdade um modo de vida, se for muito dificil procure ajuda profissional. Grata Leila

      Excluir
  13. Convivi com um sociopata, filho da pessoa que amo muito e que me relacionei por 6 anos. Foi muito complicado ser contaminada da energia de raiva e até entrar em ressonância . É como se tomasse um copo de veneno todos os dias,tem um traço que me parece o mais difícil de se conviver, "a maldade", principalmente a psicológica, as manipulações em nome da "família", colocar uma mãe feito um bichinho de estimação a servir o tempo todo, inclusive à distância. Ver uma pessoa destruir sua própria existência em função de suprir todas as necessidades infindáveis de um sangue-suga. Promover a culpa e se valer da co-dependência criada na mãe até por esse temperamento. Foi muito complicado entender tudo isso, vejo limitações profundas na postura da psicoterapia, na psiquiatria e na sociedade, que de uma forma ou outra estimula a atuação dessas personalidades frias e calculistas.
    Para me desintoxicar dessa influência fui estudar física quântica, suas abrangências e outras formas de evolução humana, tenho feito um profundo mergulho nas minhas crenças e fatores genéticos na procura do que leva a ressonância e me atinge. Vejo como um estímulo a se buscar internamente, se conhecer e se centrar para não se contaminar internamente com esse tipo de personalidade que promove uma convivência doentia e disfuncional, que envolve a todos os em torno, muitas vezes colocando uns contra os outros e o pior de forma velada e hipócrita. A única saída que pude encontrar para me proteger de personalidades sociopáticas, foi elevar meu espírito com muitos estudos e meditações, mesmo assim até limpar a alma completamente é preciso ficar muito atento aos pensamentos e como se trabalha com eles internamente , se responsabilizar 100% por aquilo que deixa entrar dentro dos seus sentimentos, selecionar o que se quer e o que não se quer internamente

    Luciana

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Lembre-se apenas...a convivencia e fator de contaminação forte demais....Grata Leila

      Excluir
  14. Oi
    Bom estou vindo aqui para ter um desabafo, minha prima tem 10 anos de idade e é totalmente sem sentimentos para com as pessoas ao seu redor, é capaz de mentir e chorar friamente e não tem qualquer respeito para com as outras pessoas. Sua mãe tem problemas mentais e por isso minha avó a cria, quando essa vem para vê-la, ela a trata como criança e arruma todas as suas artes nas costas de sua mãe quando não bate nela. Minha vó é uma pessoa ignorante que não impõe limites corretamente a ela e quando impõe essa não aceita de forma alguma, a ultima palavra deve ser sempre a dela. Ela não gosta de coisa alguma a não ser q seja ela q tenha escolhido. Respeito e conversas não adiantam, pra ela o vantajoso é mentir e incomodar as pessoas até onde puder. Quando se sente ameaçada cria formas de chorar e fazer você sentir a culpa mesmo q ela tenha feito alguma coisa grave. Quando se trata de divertimento ela tem q ser a melhor entre todos, e quem é seu amigo pode ter certeza q ela fala todos os defeitos das pessoas pelas costas e se conveniente pela frente mesmo. Eu acredito q ela acha q tem direitos de agir como gente grande se intrometendo em conversas e discutindo com mais velhos. Ri de qualquer defeito seu na sua cara e quando acha a oportunidade de rir pra te incomodar o faz. Totalmente mal caráter não admite ter defeitos a não ser q esses a ajudem para obter alguma coisa . Nunca gostei dela desde q ela ara criança pelo modo com que não tinha limites e q nada lhe fazia ter limites. Pensei em dizer a minha avo pra leva-la a um psiquiatra mais é impossível, para minha vó isso não existe é apenas coisa de televisão, e se for falar alguma coisa assim ela é capaz de me sacrificar ao invés de sacrificar ela. De tempos pra cá tenho tentado ignora-la mais é praticamente impossível se tratando de uma pessoa q não tem respeito e nem limites para com ninguém e não aceita qualquer tipo de intervenção, fico muito triste e angustiado em não poder fazer nada em relação a isso. O que eu posso esperar agora é q eu possa sair logo daqui para q quando ocorra alguma coisa eu esteja o mais longe possível dela, não sou capaz de combater com uma psicopata agora q tem 10 anos de idade vou ser capaz de combate-la quando tiver maior idade. O que eu quero é q meus avós reconheçam que ela tem um problema e que precisa se4r tratado o quanto antes.
    ASS: Willian, 16 anos.

    ResponderExcluir
  15. Acabei de me livrar de um sociopata (acredito eu que seja, após pesquisa sobre o assunto).Foi em um dia muito frágil que conheci um homem encantador e com as palavras certas, me encantei, me apaixonei, me iludi, me permiti e me decepcionei. Um ano de relacionamento de pura mentira, encanação, roubos, manipulação e por fim ameaças e agressões. Fui permissiva na situação logo de cara engravidei e acabei seguindo com a relação, fomos morar juntos numa casa onde eu aluguei, paguei todas as despesas, e ainda era roubada dentro da minha própria casa por aquele ser, que aguentei por causa da minha filha que estava prestes a chegar, perdooei, dei várias chances e nada adiantou. Hoje me culpo por ter permitido isso tudo dentro de casa, com o meu filho do primeiro casamento presenciando todos esses atos e muita, muita, muita e mais muita culpa ...sou um "poço" de culpa de ter posto o inimigo dentro da minha família e por ser pai da minha filha. Faz um mês que nos separamos, ele não dava sossego aparecia em casa chorando, pedindo para voltar quando respondia que não dava ficava bravo se transformava dizia que a culpa era minha ele era vitima de eu ter posto ele para fora de casa com ajuda da policia, que ele estava dormindo na rua por não ter onde ficar, perdeu o emprego dias depois descobri que enganou e roubou o local de trabalho. Ele estava no quarto casamento, sendo desses casamentos (relacionamentos) tem quatro filhos e todas foram vítimas dele, eu descobri isso a uma semana pelo próprio familiar dele, não liga para nenhum filho, só que nesse momento como está acuado está fazendo questão da minha filha querendo visitar e levar para sair, eu proibi sendo que ela é um bebê de 3 meses. Enfim os familiares NINGUÉM quer saber dele, nenhuma ajuda ele tem por parte deles pois já conhecem muito bem a falta de caráter dele, está com vários processos referente a esses furtos (BO's) e descobri hoje que ele está com uma antiga namorada a qual ele deixou para ficar comigo (eu só soube depois) ela alugou casa para eles, disse que sustentará ele...conclusão que eles são semelhantes, pois ela nunca desistiu dele e ele sempre a manteve por perto é uma presa fácil, sabia que a qualquer momento eu mandaria embora. Hoje sei que por onde passou deixou um rastro de "destruição" de vidas, de sonhos e mais incrível sem se abater em nenhum momento e tudo que fez foi para benefício próprio, puro egoísmo e falta de respeito e ainda descobri que é usuário de drogas para piorar. Passou por cima das pessoas sem escrúpulo, sem dó. Ele teve problemas na infância de abandono da mãe e foi criado pelos avós, sempre com a presença do pai.
    Conversando com uma das ex's esposas descobri que fazia mesma coisa com ela no tempo que ficaram juntos e na época ela acompanhou ele em psiquiatras para descobrir algo de errado mas ele nunca quis dar continuidade. Fica aqui o meu sofrido relato para ajudar quem sabe alguém que esteja passando por isso nesse momento ou para somar experiências. Enquanto eu estive acuada ele usou e abusou de mim, da minha confiança, do meu amor, mas quando resolvi dar um basta eu enfrentei ele até o final, fiz igual a ele fiquei firme no meu propósito dei uma de "doida" fui fria e manipuladora até conseguir o que eu mais queria ele fora da minha casa e da minha vida. Fiquem com Deus...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boa tarde anonimo... Estou passando por uma situação parecida com a sua e gostaria de conversar mais um pouco com vc, se possivel. Vc pode me enviar o seu endereço de e-mail? Grata.

      Excluir
  16. Tenho um irmão que está namorando uma psicopata! Ela colocou a vida dele por avesso com mentiras e seduções! Na epóca que o relacionamento começou ele era casado e foram amantes. Há 02 anos ele não trabalha, afastou-se da familia acreditando que nao o amamos e entregou sua vida nas mãos dela. Toda tentativa de aproximarmos dele é em vão. Ela sempre consegue manipular e reverter a histórica. Ele vai tratamento médico por orientação dela suspendeu a medicação. Não sabemos mais o que fazer.. quem puder, ajude-nos!

    ResponderExcluir
  17. Tenho a impressão de que minha filha é psicopata. Sempre contava mentirinhas, muito nervosa, gritou sempre para impor o que queria. No ano passado como havia reprovado na faculdade, arrumou um namorado e forjou uma gravidez. Contou para mim e reagi da melhor forma, apoiei, pois ela chorava muito, quis que ela fosse no médico pelo convênio que temos; ela foi mas não permitiu que eu fosse, alegando que por ser gorda tinha vergonha que eu a visse. Como trabalho fora, confiei nela. Isso aconteceu em setembro, quando ela falou que estava de 3 meses. Chamei o namorado dela em casa, conversamos, ele pediu um tempo para juntar dinheiro para alugar um apartamento e morarem juntos. Todos os dias minha filha chorava que tinha ânsia, queria comer algo diferente. Eu, como teria a minha primeira neta, comprava; inclusive comprei parte do enxolval e roupas de gestante. Em outubro ela disse que seria uma menina. Ficamos felizes, comprei roupinhas rosa. Mas, a chantagem dela, a preguiça, os pedidos aumentavam. Não ia mais a aula, pois estava sempre passando mal. No final de novembro, cheguei do meu trabalho e a minha filha mais velha disse que o namorado da minha filha ("gestante, de 22 semanas") havia ido com ela ao pronto socorro. Liguei na hora e ela disse que o médico não tinha ouvido o coração do bebê. Dali 2 horas ligou-me dizendo que o bebê havia morrido pois ela tinha tido uma pressão muito alta. Como a família do pai dela toda tem pressão alta acreditei. Chorei a noite toda, e ela não quis nem voltar para casa, pois dizia que estava deprimida. No outro dia ela chegou gritando dizendo que tinha sido minha culpa o aborto; chorava descontroladamente. Eu não sabia o que fazer, parecia que eu estava em choque. Ela disse que iria se rebelar, que iria trancar a faculdade (odontologia que eu pagava e ela iria para o quarto ano, gastava 1.200 reais com ela por mês fora os materiais e ganhava apenas 2.000; minha filha mais velha que me ajudava em casa). Na sexta-feira fiz ela ir até o hospital para consultar, pois o bebê estava morto na barriga dela. Ela marcou uma consulta e foi, não deixou que eu fosse, disse que o namorado iria. Continuava com os gritos e xingando pela casa. Foi um horror. Na sexta-feira ela me ligou dizendo que tudo havia acabado e que ela somente pensava em morrer. Dei-lhe dinheiro para táxi, para comer, para colocar crédito no celular para que ela me ligasse. Na segunda-feira caiu a minha ficha "onde estava o bebê". Enquanto ela dormia na terça-feira fui até o hospital onde ela tinha consultado. Lá, negaram a falar algo da consulta, pois era sigiloso. Fui até a ouvidoria do hospital e contei, chorando desesperada, o ocorrido para uma senhora muito boa que me atendeu. Ela, pedindo que guardasse sigilo, olhou a ficha da minha filha e viu que naquele dia que ela disse que havia tirado o bebê ela tinha feito um exame de papanicolau. Eu não sabia o que fazer, parecia que eu estava dentro de um filme de terror. A senhora que me atendeu, passou-me num psiquiatra que eu havia levado a minha filha no ano anterior e na época ela também não deixou que eu entrasse. Lá constava que ela pretendia cometer suicídio.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Querida, Lamentavel seu depoimento, mas como nao sou profissional aconselho vc procurar um, principalmente para voce...sim voce precisa tambem estar estruturada para essa batalha! Notei no perfil de sua filha um traço de psicopatia porem psicopatas nunca pensam em suicidio...apenas simulam pensar.Abraço

      Excluir
  18. Leila, bom dia!

    Conheço uma pessoa que deixou os filhos e não se preocupa com bem estar deles. Ela não sente ciumes e não se importa se dou bronca nela.
    Ela diz sempre que está com dificuldades financeiras, chegou mentir para um policial que foi espancada pelo marido e fez várias mentiras
    Ela não tem vergonha de aparecer em festas da família após o ocorrido e faz coisas muito estranha: como não cuidadar da saude dos filhos, não se importa com que pode acontecer a ele.
    Vc acha que essas criança correm algum risco estando com ela?
    Preciso da sua ajuda!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. talves sim mais pode ser que não, acho que essa pessoa precisa sim de ajuda, pois mais parece uma depressão.....,

      Excluir
  19. Leila bom dia
    como posso ajudar pais idosos a aceitarem que tem filho psicopata e precisam de ajuda profissional

    ResponderExcluir
  20. sobre psicopatas acho que são todos que gostam de fazer o mal e se eximem de culpa. vivo com um parente psicopata e fanatico religioso com o tempo foi prometendo a solução dos problemas das pessoas em troca de amizade e infelizmente armou-se contra mim exatamente do nada...algumas pessoas por medo medo outras por irresponsabilidade resolveram achar graça nisso e o psicopata e sua quadrilha me ameaçaram a vida. Como tem parente no meio fica dificil, até de alguem entender o que passa...querem inverter por que um deles pirou e foi parar em um hospital e contou tudo querem agora dizer que eu é que não presto e não sei que poder de convencimento é esse, mas aqueles que se antes tinham um minimo contra mim se armaram contra minha vida. inveja, é diferente de matar, diferença de opinião é diferente de matar, ser uma pessoa agressiva é diferente de formar quadrilha...querem eliminar a mãe e o pai, que fazem parte da quadrilha, mas arranjam briga entre eu e eles para que um destrua o outro. não gostar dos pais é diferente de formaçaõ de quadrilha...de matar ameaçar de tortura e torturar. não existem cristos para serem sacrificados ou imolados o fim disso provavelmente é negro. o parente em questão começou a ter problemas psiquiatricos com o filho tinha um odio mortal. Então foi a uma psicologa que o orientou a empurrar suas responsabilidades com o filho para cima de mim, com o tempo o filho que era pertubado começou a me encher...um dia eu briguei com ele e o psicopata derrepente do nada defendeu o filho e passou a armar-se de odio contra mim. são anos aturando o doido. Se tem alguem que consegue viver, coagir te trair, passa por parente problema, passa por apenas desorientado, cuidado este é o pior!

    ResponderExcluir
  21. Sou filha de mãe psicopata. Descobri que eu havia saído de dentro de um monstro tinha apenas 3 anos de idade. A minha vida é um verdadeiro pesadelo pois sou sua principal vitima. Não vejo a hora de morrer logo, pois só assim deixarei de ser filha desse monstro.

    ResponderExcluir
  22. ha 4 meses me relacionei com um homem que so hoje lendo sobre sociopatas penso ter encontrado a resposta de tantas coisas que ele fazia comigo. é uma pessoa que nao fala de sua vida, descobri que é casado mas nao convive com esposa pois ficava 24 hrs querendo falar no cel comigo e contava historias fantasiosas, dizia que se tornara mecanico, que perdeu tudo e etc. Mentia sempre e quando eu mostrava q sabia que estava mentindo ele só mudava de assunto e continuava a mentir.. descobri que alem de mim ainda ligava pra outra mulher. alem de ter varios filhos com outras mulheres.. sempre que meu cachorro latia ele dizia que quando chegasse aqui iria mata-lo.Invadiu totalmente minha privacidade e mesmo eu dizendo que nao queria que ele ligasse toda hora ele ligava.. nao falava nada de interessante, só queria falar de sexo..!! nos somos da mesma cidade e la ele é conhecido como louco.. e ele mesmo se diz louco..!! parece ter consciencia.!

    ResponderExcluir
  23. Sou filha de pai psicopata. Ele e uma pessoa manipuladora, gosta de fazer as pessoas de bonequinhos, que pode fazer o que quizer.
    Eu, minha mae e minha irmã, sofremos muito com ele, ele adorava fazer confusoes na cabeça da gente como certo ou errado, o que era errado se tornava certo, minha mae quando caso com ele, era uma pessoa normal, e ele sempre a chamava de louca, e isso foi acabando com ela, chegou uma epoca que ela estava achando que estava louca, começou a tomar varios remedios, não conseguia dormir sem os remedios, e nisso ele se aproveitou de mim e de minha irma, ele aproveitava que minha mae tomava remedios fortes para dormir, e abusa da gente, foram momentos muito triste em minha vida, ele não tinha um pingo de recentimento de tudo que fez, e eu sempre tentava defender minha irma por ela ser mais nova, eu preferia que fizesse cmg nao com ela, e nisso sempre fui o alvo dele, des dos meus 8 anos ate meus 15 anos, e sempre matinha a gente com humilhação, dizia que eu e minha irma iria virar duas protistutas, que nos não iria consegui nada da vida, sempre falava palavras mt fortes, para derrubar a gnt, para pensar que a gente depende dele para tudo. Minha vida inteira foi esse pesadelo, hoje tenho mt medo de virar uma pessoa manipuladora, como meu pai, manipular de todas as formas possiveis, ele nos afastava da familia dos vizinhos de qualquer pessoa, com medo da gnt contar. E hoje vejo como isso me fez muito mal, sou uma pessoa mt triste, nervosa, não tenho segurança em mim mesmo, tenho mudanças de sentidos, quando e uma coisa para eu esta mt feliz eu nao consigo fico triste com tudo. Hoje faço tratamento psicologico, mais parece que nada resolve. Por isso digo gente, tome cuidado com esses tipos de pessoa, quando mais longe e melhor ficar. Salve sua familia disso, seja uma pessoa observadora de comportamento, nem tudo que brilha e outro, tem muita ovelha em pele de cordeiro, tente ver com quem seus filhos se relaciona, se são de boa familia, tudo são detalhes que fazem a diferencia, hoje eu observo tudo, procuro saber mais sobre a pessoa ate para ter uma amizade, hj graças a Deus tenho um namorado muito bom para mim, me ajuda em tudo, me anima quando estou triste, me entende em outras questoes. Então tomem cuidado, o que passei não desejo a ninguem e inrreparavel!!!!

    ResponderExcluir
  24. olha a tempo venho sofrendo com um filho q ja foi diagnosticado como um , sofro muio ... ele tem apenas 13 anos mas desde os 6 anos os medicos me falam q ele tem todas carcteristicas alguns até falam ele é um sociopata ... mas ninguem quer dar realmente um diagnostico ... SOCORROOOO sinto q qualquer hora ele vai me matar pois ele me odeia e não aceita q eu diga não para ele ... a minha vida é um inferno ele arruma confusão com todo mundo ... Manipula as pessoas e sempre diz q eu sou errada em tudo , ja falou para os vizinhos q eu não dava comida para ele , os vizinhos não sabendo da situação queriam me bater aq na rua ... as vezes penso em tirar minha vida quem sabe assim alguem faça alguma coisa ... DESCULPEM MAS ESTOU MUITO DESESPERADA SEM VONTADE DE LUTAR ....

    ResponderExcluir
  25. Tb achei o caso exposto mt mais para bipolar do que psicopata.Psicopata se adapta "bem" a qualquer ambiente,consegue sempre "ficar por cima".O bipolar não é má pessoa,é apenas mais instável emocionalmente que os demais.
    O transtorno bipolar é "primo" da esquizofrenia.Pais esquizofrênicos podem ter filhos bipolares etc.

    ResponderExcluir
  26. Mentirosos compulsivos(mitomaníacos) que inventam mentiras "bobas"que não fazem mal tb não são psicopatas.Psicopatas mentem com um propósito,com o intuito de fazer o outro sofrer,de subir na carreira etc.
    É difícil encontrar psicopata mal sucedido,por isto na nossa sociedade capitalista onde o ter prevalece sobre o ser,o psicopata exerce fascínio.Mts vezes é o "macho alpha" o "garanhão" cercado de mulheres...

    ResponderExcluir
  27. Acho que meu ex-marido é um psicopata. Tivemos uma filha que ele me tirou para se vingar. Me obriga a vê-la somente na sua presença. Vive de dizer que me ama. Chora, pede perdao, e em seguida faz jogos de pena e culpa. Hoje mesmo estive com minha filha, fiz um chá na tentativa de amainar a tosse, e fui para casa dormir, depois de um dia de trabalho cansativo. Ele queria que eu ficasse com ele,mas fui embora. Logo, me telefonou, me chamou de monstro, pois minha filha vomitou o chá,(nem sei se vomitou mesmo) quis que eu saísse de madrugada para vê-la. Não cedi, pois sei que ele quer me manipular. Mas, o problema é que usa a filha o tempo todo para conseguir o que quer. Quer que eu me sinta culpada. sei que a melhor coisa a fazer é me afastar, mas não posso, pois já passei 6 meses sem ver minha filha por conta de suas maldades e mentiras. Hoje tento conviver, mas ele transforma minha vida num inferno. Gostaria de dicas para lidar melhor com ele. Me proteger, já que sou obrigada a conviver.Tento me conhecer e não demonstrar minhas fragilidades, mas ele sabe que amo minha filha. Logo, conhece meu ponto fraco. Ele não dorme a noite toda e quer companhia, se ceder, fico doente, pois trabalho o dia todo, e ainda tenho que pagar pensão. Sai do casamento sem nada, nem as coisas que eram minhas. Se alguém puder me aconselhar , agradeço, pis estou precisando de dicas.

    ResponderExcluir